Descendente dos Pais de Tiradentes

Sobrinha-neta do Barão de São Carlos, do Barão do Rio do Ouro e da Baronesa de Santo Antonio

Batizada em 18 de Outubro de 1876, na Paróquia de São Pedro de Alcântara, do Rolcharia, termo de Juiz de Fora. Falecida em 24 de Julho de 1977, no Largo dos Leões, no Humaitá, Rio de Janeiro.

Filha do Fazendeiro Affonso Júlio de Miranda e Innocência Pereira Nunes. Neta paterna de Antonio José de Miranda e Maria José de Cortona. Neta materna de Vitório Pereira Nunes e Maria Vitória da Rocha.

Bisneta paterna do Capitão José de Miranda Ramalho e Maria Rodrigues da Silva. De José Antonio de Magalhães e Maria Rita de Jesus Xavier. Bisneta materna de Inácio Pereira Nunes e de Dona Leocádia Vasconcellos de Araújo. Terceira neta paterna de João de Miranda Ramalho e Maria Teixeira de Carvalho. De André Rodrigues Chaves e Gertrudes Joaquina da Silva. De José Antonio de Andrade e Valentina Tereza de Jesus. De Joaquim Rodrigues Chaves e Rosa Maria de Jesus. Terceira neta materna de Antonio Nunes da Silva e Ana Pereira. De Bento Borges de Araújo e Maria Joaquina de Vasconcellos Quarta neta paterna de Manoel Antonio e Ana Gonçalves de Miranda. De Domingos Teixeira de Carvalho e Luiza Costa Ferreira. De Domingos Chaves e Maria Rodrigues. De Thomaz da Silva e Valentina de Mattos. De João Crisóstomo de Magalhães e Bárbara Maria Dias. De André Rodrigues Chaves e Gertrudes Joaquina da Silva. De Francisco Ferreira de Sousa e Antonia Rita de Jesus Xavier. Quinta neta paterna de Antonio de Carvalho e Maria Teixeira. De João Costa Ferreira e Domingas Teresa. De Domingos Álvares e... De José de Torres e Teresa da Silva. De Miguel Barbosa e Ursula Mendes. De João... De Magalhães e Ana Maria de Andrade. De Mathias Álvares Negrão e Maria de Marins do Prado. De Domingos Chaves e Maria Rodrigues. De Thomaz da Silva e Valentina de Mattos. De Carlos Ferreira de Sousa e Rosa de Azevedo. De Domingos da Silva dos Santos e Antonia da Encarnação Xavier. Sexta neta paterna de Manoel Soares e Inês Arouche. De Antonio de Matos e Maria Costa. De Manoel Mendes de Souza e Páscoa da Silva. De Domingos Álvares e... De José de Torres e Teresa da Silva. De Miguel Barbosa e Ursula Mendes. De Manuel Afonso de Sousa e Maria de Azevedo. De André da Silva e Mariana da Matta. De Domingos Xavier Fernandes e Maria de Oliveira Colaço. Sétima neta paterna de Domingos Cabral de Sousa e Ursula Mendes, a Velha. De Fernando Rocha e Antonia Corrêa. De Manoel Soares e Inês Arouche. De Antonio de Matos e Maria Costa. De Manuel Mendes de Sousa e Páscoa da Silva. De Domingos Rodrigues e Catarina Fernandes. De Antonio de Oliveira Setubal e Isabel de Oliveira Colaço. Oitava neta paterna de Manoel de Sousa e Maria Cabral de Melo. De Domingos Cabral de Sousa e Ursula Mendes, a Velha. De Fernando Rocha e Antonia Correa. De João Fernandes e Esperança Fernam. De Hieronimo Setubal e Brazia de Oliveira. De Antonio de Oliveira Gago e Ana da Cunha. Nona neta paterna de Fernando Cabral de Melo e Sebastiana Cabral. De Manuel de Sousa e Maria Cabral de Melo. De Martinho de Oliveira Gago e Catarina Pereira Sardinha. De Antonio da Cunha e Paula Gonçalves. Décima neta paterna de Gonçalo Carvalho da Câmara e Helena Fernandes de Melo. De Aleixo Manuel, o Moço, e Isabel Cabral. De Fernando Cabral de Melo e Sebastiana Cabral. De Pedro Colaço e Juliana de Oliveira. De Manuel da Cunha e Catarina Pinto. Décima primeira neta paterna de Aleixo Manuel Albernaz e Francisca da Costa Homem. De Gonçalo Carvalho da Câmara e Helena Fernandes de Melo. De Aleixo Manuel, o Moço, e Isabel Cabral. De Salvador Teixeira da Cunha e Maria Mendes. De Pedro Colaço, o Velho, e Brígida Machado, a Velha. De Manuel de Oliveira Gago, o Velho, e Felipa da Mota. Décima segunda neta paterna de Aleixo Manuel Albernaz e Francisca da Costa Homem. De Fuão Albernaz e... Faria. De Jordão Homem da Costa e Apolônia Domingues. De Rui Dias Machado e Cecília Rodrigues. De Antonio de Oliveira e Genebra Gago. De Vasco Pires de Mota e Felipa Gomes da Costa. Décima terceira neta paterna de Jordão Homem da Costa e Apolônia Domingues. De Fuão Albernaz e... Faria. De Aniceto Vaz da Mota e Felipa de Sá. De Estevão da Costa e Isabel Lopes de Sousa. Décima quarta neta paterna de Martim Afonso de Sousa.

O ROMANCE
Ele era Promotor de Justiça em Itaperuna, para onde Honorina viajava de tempos em tempos pra ficar com a madrinha.

“Ele passava a cavalo e via vovó na janela. Apaixonaram-se”. (Antonieta Inocência Vieira Ferreira Morpurgo)

Quando Honorina voltou para casa, em Paraíba do Sul, Fernando Luis lhe dedicou esses versos:

PRECE
A Mlle...

Partes... Não sabes que saudade immensa
Vem augmentar o meu isolamento:
É noite, minha amiga, e a treva é densa
Sem um astro siquer no firmamento.

Surge, meu sol, surge outra vez e pensa
Que si tiveres um regresso lento,
Breve sentindo o vácuo da descrença,
Minha alma tombará no desalento.

Não voltas mais... Oh dor, oh desespero!
Porque se eclypsa a luz de teu semblante
Subitamente assim?

O meu destino é mais feroz que Nero,
Estou cego, meu Deus! Sem norte, errante,
O que será de mim?

Fernando Ferreira
Itaperuna, 16 de Agosto de 1894.

A poesia, por certo, comoveu Honorina que aceitou o seu pedido de casamento:

“O noivado não durou muito. Eles se conheceram e se casaram em dois meses”. (Lilia Barcellos)

O que se confirma pelo confronto das datas da poesia e do casamento: 16 de Agosto e 8 de Novembro... Exatos 2 meses e 22 dias!

VIDA EM FAMÍLIA
Pelas fotos dos passeios, acreditamos que tenham tido uma vida feliz e cheia de emoções. Paixão que se prolongou por toda a vida, considerando-se as cartas desesperadas de Honorina quando, já casada, foi obrigada a viver longe dele, então Juiz no Acre.

AS BODAS DE OURO
Em 8 de Novembro de 1944 comemoram as Bodas de Ouro, reunindo a família na Moreira César.

CARTA DA MADRINHA
Era afilhada de Dona Eliza Dutra de Rezende, mulher de Jayme Vieira de Rezende.

Pequena Biografia
Jayme Vieira de Rezende. Nasceu na Fazenda do Rochedo, município de Cataguazes, em 30 de abril de 1886; casou-se em 13 de fevereiro de 1885, com sua prima D. Elisa Dutra de Rezende, filha de seus tios Antonio Vieira da Silva Rezende e de D. Carlota Dutra de Rezende, então proprietários da Fazenda Itaguassu, no actual município de Mirahy. Educado no tradicional “Colégio do Caraça”, foi fazendeiro nos Estados de Minas e Rio de Janeiro e comerciante no Espírito Santo. Jayme Vieira de Rezende é nome de Rua e Avenida no Espírito Santo. Faleceu em Vitória, em 15 de Setembro de 1913, deixando viúva e os seguintes filhos: 1- Mercedes Rezende, nascida em 16 de Março de 1891. Casada com Paulo Pacheco, em 15 de fevereiro de 1912. 2- Hermano Vieira de Rezende, nascido em 17 de Abril de 1894. Casado com Dona Leonarda Moreira, em 27 de maio de 1919. 3- Osmane Vieira de Rezende, nascido em 27 de dezembro de 1900. 4- Flora Rezende de Oliveira, nascida em 26 de Maio de 1902. Casada com Hostilio Ximenes de Oliveira, no dia 22 de fevereiro de 1922 (Família Rezende)

Honorina
Recebi tua carta e fiquei muito satisfeita pela a tua chegada mas recebi hoje a tua carta e infelizmente não posso te fazer uma vizita, porque a Mercedes está passando mal com dor de Olhos, e estou com viagem marcada para Cataguazes, tem já condução lá me esperando. Segunda feira vou muito aborrecida se não puder estar contigo e te dar um apertado abraço, peço-te para vir e a Dr. Fernando para virem cá antes de eu seguir para Cataguazes, manda-me um telegrama para eu mandar te esperar na Estação. Traga a Guiomar, venha sesta ou sabbado sem falta que estou ancioza para ver-te. No mais, eu Jaime e Meninos muito te recommendamos a Dr. Fernando, teus Pais e Guiomar. Sou tua Madrinha e Amiga que muito te estima.

Elisa Dutra de Rezende
17 de Abril de 1893

NB Se tivesse recebido a tua carta logo que chegou ahi já tinha ido te vizitar, venha te pesso mais uma vez.

Foram Pais de:

1. JOAQUIM VIEIRA FERREIRA NETTO
(V. Meus Avós – Dra. Alzira Nogueira Reis)

2. ELISA ATLÂNTICA VIEIRA FERREIRA. Nascida em 2 de Maio de 1897. Falecida menina.

3. FERNANDO LÍVIO VIEIRA FERREIRA. Funcionário dos Correios e Telégrafos. Nascido em Paraíba do Sul, em 26 de Agosto de 1898. Falecido nos anos 80, solteiro, com mais de 80 anos. Sem Geração.

4. JOÃO BATISTA VIEIRA FERREIRA. De apelido Ivan. Nascido em Barra Mansa, em 21 de Maio de 1900. Falecido em 8 de Abril de 1966. Casado com a Professora Márcia da Costa Santos. Com Geração.

5. THEREZA DE JESUS MARIA VIEIRA FEREIRA. Nascida em 22 de Julho de 1901, em Barra Mansa. Falecida em 2 de Fevereiro de 1966, em Niterói. Casada, em 1919, em Nova Friburgo, com o Coronel Médico Dr. Admar Morpurgo. Com Geração.

Pequena Biografia: Dr. Admar Morpurgo nasceu em 16 de Julho de 1897, no Rio de Janeiro. Faleceu em 16 de Dezembro de 1969, filho único de Dona Antonieta César Dias e do Dr. Eduardo Morpurgo.

6. MARCO TÚLIO VIEIRA FERREIRA. Nascido em Paraíba do Sul, em 25 de Outubro de 1905. Falecido em 17 de Abril de 1939.

7. MARIA DAS DORES VIEIRA FERREIRA. Tia Mary. Nascida em Paraíba do Sul, em 10 de Novembro de 1906. Falecida no Rio de Janeiro, nos anos 80. Faleceu solteira. Sem Geração.

8. BEATRIZ VIEIRA FERREIRA. De apelido Tia Ba. Nascida em 16 de Julho de 1910, na Rua Bonfim, no Rio de Janeiro. Falecida em 1999, em Curitiba. Casada, em 1931, com o Engenheiro Fernando Nascimento Silva, nascido em 10 de Janeiro de 1905 e falecido em 13 de Julho de 1967, filho do Dr. Ernesto Nascimento Silva e de Dona Alda Campos, portuguesa do Porto. Com Geração.

Pequena Biografia: Fernando era Engenheiro, nasceu em 10 de Janeiro de 1906 e faleceu em 13 de Julho de 1967, no Rio de Janeiro. Passou a infância na Rua Afonso Pena, na Tijuca. Estudou no Colégio Pedro II e cursou Engenharia na Escola Politécnica, formando-se em 1929. Dedicou-se ao magistério em diversas instituições de ensino sendo docente da cadeira de Geologia da Escola Nacional de Engenharia. Ingressou a seguir no quadro técnico do antigo Distrito Federal, tendo a oportunidade de pesquisar a formação geológica da terra da Guanabara, sua grande paixão! Responsável pela reedição do livro “Rio de Janeiro em seus 400 Anos”. Deixou numerosos trabalhos de natureza científica e literária em folhetos, revistas técnicas e periódicos diversos. Autor do Romance Histórico “O Homem que queria Matar o Vice-Rei”. Deu nome à Rua Engenheiro Fernando Nascimento Silva, em Laranjeiras. (Fernando Ernesto Nascimento Silva)

9. AFONSO JÚLIO VIEIRA FERREIRA, Funcionário dos Correios e Telégrafos. Nascido em Nova Friburgo, em 12 de Março de 1913. Falecido no final dos anos 90, com mais de 80 anos. Casado com Mair Beque, funcionária dos Correios. Sem Geração.


Pesquisa
Anamaria Nunes

Fotos Antigas:
Acervo Nieta Morpurgo




sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

DA COSTA FERREIRA - Na dúvida

DESCENDÊNCIA
Pais de João da Costa Ferreira
Avós de Luiza Costa Ferreira
Bisavós de Maria Teixeira de Carvalho
Terceiros Avós de José de Miranda Ramalho
Quartos Avós de Antonio José de Miranda
Quintos Avós de Affonso Júlio de Miranda
Sextos Avós de Honorina Pereira Nunes de Miranda
Sétimos Avós de Joaquim Vieira Ferreira Neto
Oitavos Avós de José Bento Vieira Ferreira
Nonos Avós de Anamaria Nunes Vieira Ferreira

1. MANOEL DA COSTA FERREIRA. Nascido por volta de 1660.

Há que se considerar os possíveis enganos em razão da presença de diversas famílias “da Costa Ferreira” na Bahia do século XVII.

Anamaria

É possível que tenha recebido, em 1729, sesmaria no Urucuia, Riacho das Pedras, em Minas Gerais: As Minas e os Caminhos de Goiás - 1729/Manuel da Costa Ferreira - 4/3 —  escravos, gado vacum e cavalar — sítio Santo Inácio, no Urucuia /riacho das Pedras, rio Vieira (As Minas e os Currais - Ângelo Alves Carrara)

É possível que seja ele mesmo: 225 Manoel da Costa Ferreira, falecido em 1724, deixou para a Ordem Terceira do Carmo 600$000 para serem postos a juros, e de seus rendimentos a ordem lhe mandar dizer uma missa semanária “enquanto o mundo durar”. (AOTCS, Índice dos Livros da Ordem Terceira do Carmo de Salvador, p. 5).

Talvez seja ele o citado como Mestre de Navio: Historia geral des bandeiras paulistas: escripta á vista de avultada ...‎ - Página 25 - Afonso de Escragnolle Taunay – 1924: ... embarcação capaz de transportar cincoenta homens da Bahia a Santos. ... Recorrendo novamente aos serviços de Manuel da Costa Ferreira, // A cana-de-açúcar em Minas Gerais: Vinhetas de Luís Jardim‎ - Página 259 – Miguel Costa - 1963 - 415 páginas: ... assentado quase nas divisas com a Capitania da Bahia, a qual, aliás, ... de nome Domingos de Oliveira Alves, o vendeu a Manuel da Costa Ferreira, // Documentos historicos‎ - Página 201 - Arquivo Nacional (Brazil), Biblioteca Nacional (Brazil) – 1928: José Cardoso Pereira o fez nesta Cidade do Salvador Bahia de todos os Santos em os 10 dias do mez de, Junho anno de 1761 ... Manuel da Costa Ferreira.

É possível também considerar o parentesco com o Capitão João da Costa Ferreira: Viagem filosófica pelas Capitainias do Grão Pará, Rio Negro, Mato Grosso e ...‎ - Página 116: Alexandre Rodrigues Ferreira, Joaquim José Codina, José Joaquim Freire, António José Landi, Conselho Federal de Cultura (Brazil) – 1972: Com a patente de Sargento Mor: Eusébio de Ribeiros e Henrique João Wilkeins: com a de Capitão: Pedro Alexandrino de Sousa, João da Costa Ferreira e Alexandre Portella, etc. ... a Baía da Traição em 1626 por uma armada de 34 naus comandadas pelo General ... // Revista do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional‎ - Página 106 - Brazil. Diretoria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – 1945: Oito meses depois, o Príncipe aceitava a proposta do Governador da Baía para instalar a fábrica num "terreno ...” 22 novembro, 1701; Joam da Costa Ferreira,

Foram Pais de:

1.1 João da Costa Ferreira, que segue.

1.2 Manoel da Costa Ferreira. Na dúvida. Cremos se tratar de outro do mesmo nome: Manuel da Costa Ferreira. 24/09/1783. Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.15, f. 307v. Carta. Desembargador da Suplicação. //1777-11-09. Maria I, Rainha de Portugal. Ferreira, Manuel da Costa. Betencourt, João Ferreira, desembargador. Requerimento de Manoel da Costa Ferreira. AHU-Baía,cx.176,doc.70. AHU-ACL-CU-005,Cx.173,D.13071. Ele ou outro do mesmo nome não completou as diligências: Diligência de habilitação de Manuel da Costa Ferreira. Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Habilitações, Manuel, mç. 105, doc. 1943. Diligência de habilitação de Manuel da Costa Ferreira. 1742-1746. Tribunal do Santo Ofício, Conselho Geral, Habilitações Incompletas, doc. 3980. Capitão de Infantaria: Manuel da Costa Ferreira. 04/03/1782. Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.12, f. 128. Carta Patente. Capitão de Infantaria.

2. JOÃO DA COSTA FERREIRA. Nascido por volta de 1680. Falecido em 2 de Junho de 1736, em Lagoa Dourada (Povoadores do Sertão do Rio Prata - Benedito Antonio Miranda Tiradentes Borges)

Filho de Manoel da Costa Ferreira.

É possível que fosse marceneiro e torneiro: História das artes plásticas na Bahia, 1550-1900: Volume 2: ... ele sé casou com mulher baiana (268), sinal que então jã estava estabelecido aqui alguns anos. No mesmo ano de 1702, ainda apresentou sua carta de exame portugues de marceneiro e torneiro João da Costa Ferreira (269), Em 1703, ...

É possível que tenha sido ele quem pediu provisão, em 1723, de Guarda da Alfândega da Bahia: Torre do Tombo: João da Costa Ferreira. 19/04/1723. Registo Geral de Mercês, D.João V, liv.14, fl.489v. Provisão. Guarda da Alfândega da Baía. Filiação: Manuel da Costa.

É possível que tenha sido Escrivão de Juízo de fora dos Órfãos da Bahia: Requerimento de Ezequiel Antonio da Costa Ferreira, no qual pede a serventia vitalícia do offício de Escrivão de Juízo de Fora dos Orphãos da Bahia, que exercera seu fallecido pae João da Costa Ferreira. (Inventário dos Documentos relativos ao Brasil existentes no archivo da Marinha e Ultramar de Lisboa – Volume 4 – Página 317)

É possível que, em 1728, já fosse morador em Minas Gerais, proprietário de uma fazenda na Ribeira de Paracatu conforme os documentos abaixo: 1728: João da Costa Ferreira: 3 — livre do gentio — descobridor — fazenda na ribeira do Paracatu - Riacho da Extrema, de Manuel Furtado Pacheco/fazenda da Serra, de Inácio de Oliveira. // 1728: Inácio de Oliveira: 3/1 — ⊂ escravos, gado vacum e cavalar — comprada do irmão Brás Soares Ramos — livre do gentio — fazenda Serra/riacho da Catinga/Paracatu e a fazenda Barra do Rio Preto/sítio Santa Cruz/João da Costa Ferreira // 1729/Manuel Pacheco Furtado - 3 —  escravos, gado vacum e cavalar — Paracatu - /cap.-mor Antônio Pacheco da Costa, rib. da Extrema/João da Costa Ferreira. CBG, CPO, Cx.1, 1739: faz. na ribeira do Paracatu, São Romão, com 476 bois na faz. dos Tamboris (As minas e os caminhos de Goiás - As Minas e os Currais - Ângelo Carrara)

Há apenas coincidência de nome e lugar, mas pela data é possível que fosse um filho homônimo: Requerimento de Brizida Maria, casada com António José Dias, suas filhas Custódia e Maria, Josefa Caetana Barbosa, casada com Bernardo José Neto, suas filhas Miquelina e Clara, Ana Maria Joaquina Barbosa, casada com José Dias Torres e suas filhas Felizarda e Joaquina, Custódia Maria da Costa, casada com Custódio José Coelho e suas filhas Rita e Gertrudes, José Barbosa de Barros, casado com Clara Maria Moreira e suas filhas Matilde, Clara e Ana Maria, António José Dias Barbosa, casado com Clara Maria Moreira e sua filha Gertrudes, Joaquim Barbosa de Barros, casado com Catarina Rosa e suas filhas Camila e Albina, filhos de José Barbosa de Barros e de Ana Maria Neto, ou da Costa, sua tia Mariana Neto, casada com João Pinheiro e suas filhas Maria, Ana Maria, Josefa e Joana Pinheiro, casada com Custódio Pinheiro e sua filha Maria, Hermenegildo José Ribeiro, casado com Ana Maria Leal e sua filha Miquelina, filho de João Ribeiro de Sousa e de Custódia Maria, naturais de Sobrosa. 1802. Feitos Findos, Juízo da Índia e Mina, Justificações Ultramarinas, Brasil, mç. 111, nº 6. Os requerentes pretendem receber uns legados que lhes haviam sido deixados pelo seu parente João da Costa Ferreira, filho de Gonçalo António e de Ana da Costa, natural de São Pedro de Ferreira e falecido na Baía.

Possibilidades de parentesco: Simão da Costa Ferreira: A escravatura (subsídios para a sua história)‎ - Página 119 - Edmundo Arménio Correia Lopes, Portugal. Agência Geral das Colónias. Divisão de Publicações e Biblioteca - 1944 - 208 páginas: ... feito directamente com o comandante da fortaleza de Elmina e diz que 35 a 40 navios da Baía, trazendo uma media de 3 viagens em 2 anos para a Costa compravam negros aos holandeses a 67 onças de ouro e em ouro resgatavam mais de duas terças partes da escravaria que de lá vinha ao Brasil “o mesmo fazem os de ... “(4) Papel escrito em 1728 por Simão da Costa Ferreira. ... // Gaspar da Costa Ferreira: O convento de nossa senhora do carmo da ilha grande: apontamentos para a ...‎ - Página 58 Alípio Mendes - 1980 - 208 páginas: ... aonde o doador assumiu com os Reverendos Padres, e que desse teor lhe desse os traslados que necessários forem. Testemuhas: Afonso Mendes Estrada, Jacinto Casado Padilha e Dioigo de Oliveira Falcão, e eu Gaspar da Costa Ferreira, Tabelião Judicial de Notas desta vila que o escrevi... Convento a Ilha das Cabras, na baía da Ilha Grande, de sua propriedade. ...// Cipriano da Costa Ferreira: Dicionário das batalhas brasileiras‎ - Página 549 - Hernâni Donato - 1996 - 593 páginas: O local ganhou com o acontecimento o nome de Baía da Traição,... Cipriano da Costa Ferreira, foi atacado, estando em marcha... // General João Feliciano da Costa Ferreira: Série de publicações‎ - Página 457 - Arquivo Nacional (Brazil) – 1918: ... comerciante forte no Rio Pardo, comendador da ordem de Cristo, e ali casado com Mafalda Sinfronia Mena Barreto, filha do general João de Deus, visconde de São Gabriel, e pai do Dr. Fidêncio Pedro de Albuquerque, que casou com Rita Carolina, filha do general João Feliciano da Costa Ferreira. 2° — Comendador António Pedroso de Albuquerque transferiu residência para a Baía, e ali adquiriu... Não sabemos se são os mesmos da Bahia: Casa-grande & senzala: formação da familia brasileira sob o regime de ...‎ - Página 45 - Gilberto Freyre – 1946: ... que no Amazonas os Costa Ferreira eram donos de uma propriedade de área mais extensa que a Inglaterra, a Escócia e a Irlanda reunidas... Em Pernambuco, em Alagoas, na Baía continua a consumir-se a mesma carne...

Casado com DOMINGAS TERESA. Nascida por volta de 1680.

Foram Pais de:

2.1 Luiza da Costa Ferreira, que segue.

2.2 José da Costa Ferreira. Na dúvida. Homem de Governança: José da Costa Ferreira. 03/08/1790. Registo Geral de Mercês de D. Maria I, liv.25, f. 304v. Carta Patente. Capitão do Regimento de Auxiliares da Capitania da Baía

2.3 ... Clérigo. Natural da Bahia: População da cidade da Baía em 1775‎ - Página 82 - Avelino de Jesus da Costa - 1964 - 88 páginas: ... clérigo natural da Baía, que se matriculou em Instituía a 20x11-1726, e em Leis a 1 de ... filho de João da Costa Ferreira, natural da cidade da Baía, ...// Proceedings‎ - Página 268 – 1965: ... filho de Joao da Costa Ferreira, natural da cidade da Baía, ... mas teria de acabar o curso muito novo para em 1775 estar na Baía com 28 anos. ...
2.4 ... da Costa Ferreira. Possível pai de: 1. José Antonio da Costa Ferreira. Na dúvida. Natural da Bahia. Recebeu a Mercê do Hábito de Cristo. Médico Honorário da Real Câmara: José Antonio da Costa Ferreira. Natural da Bahia. Medico honorário da Real Câmara, por Alvará de 2 de Junho de 1813. (Livro 2&° fo). Í40 verso. // Conjunto documental: Fisicatura-mor: Notação: códice 145, vol. 07. Datas - limite: 1815-1819. Título do fundo: Fisicatura-mor. Código do fundo: 20. Argumento de pesquisa: físico-mor. Ementa: novo registro concedido pelo, conselheiro físico-mor do Reino, doutor Manoel Vieira da Silva, ao doutor José Antônio Costa Ferreira, para continuar servindo de juiz delegado na cidade da Bahia. Data do documento: 23 de maio de 1817. Local: Rio de Janeiro. Folha (s): 75. Conjunto documental: Fisicatura-mor. Notação: códice 145, vol. 07. Datas - limite: 1815-1819. Título do fundo: Fisicatura-mor. Código do fundo: 20. Argumento de pesquisa: físico-mor. Ementa: substituição do doutor José Antônio da Costa Ferreira por motivos de "moléstia" pelo boticário João Nepomuceno Barata, para o cargo de primeiro examinador e visitador da "arte da farmácia" na cidade da Bahia. Provisão concedida pelo conselheiro físico-mor do Reino, doutor Manoel Vieira da Silva. Data do documento: 24 de setembro de 1817. Local: Rio de Janeiro. Folha (s): 86v (O Arquivo Nacional e a História Colonial). Participou da Revolta dos Alfaiates: História da sedição intentada na Bahia em 1798 ("a conspiração dos alfaiates")‎ - Página 67 - Luís Henrique Dias Tavares - 1975 - 144 páginas: ... e os médicos José Antonio Costa Ferreira e Diogo Ribeiro, Sanches, examinaram Manoel de Santa Anna e atestaram que estava mentalmente perfeito. ...// Revista brasileira de folclore, Volume 7‎ - Página 12 – 1967: Em regra geral, era-lhes vedado na Bahia, sangrar tumor de médico e tirar dentes , ... por ter sido examinado pelo Dr. José Antonio Costa Ferreira e outros. ...// Inventario dos documentos relativos ao Brasil existentes no ..., Volume 4‎ - Página 317 – 1936: Bahia, 30 de maio de 1799. (Annexa ao n. 21.367). 21.361) Ff: DF. OFFICIO de Esequiel António Costa Ferreira. Bahia, 2 de junho de 1797. ... 2. Manuel da Costa Ferreira. Na dúvida. Minhas viagens ao norte do Brasil: Espirito Santo - Baia -Sergipe - Alagoas ...‎ - Página 66 - Lola de Oliveira - 1940 - 231 páginas: São os seus socios os Srs. Manoel Costa Ferreira e Luiz Costa Penna. ... O fumo empregado na fabrica é todo da Baía sendo na capa do» charutos, ... 3. Cipriano da Costa Ferreira. Na dúvida. Cipriano da Costa Ferreira nasceu em 1861, em Santana do Livramento, e realizou seus estudos na Escola Militar por volta de 1884. Exerceu as atividades de oficial do exército e comandante da brigada militar. (Genealogia Tropeira)

3. LUIZA DA COSTA FERREIRA casada com DOMINGOS TEIXEIRA DE CARVALHO, Patriarcas da Família Teixeira de Carvalho.

2 comentários:

  1. Prezada Anamaria Nunes Vieira Ferreira. Li e gostei de seu blog com muita genealogia familiar. Quando vi o nome do Dr. Diogo Ribeiro Sanches eu parei porque estou justamente procurando seus ancestrais. Por um acaso você não saberia me informar?
    Desde já muito agradecido.

    Paulo Gross da Silva(tsurel@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Paulo. Lamento, mas não tenho informação alguma sobre o Dr. Diogo além da referência citada. Ficarei atenta.
    Abraço

    ResponderExcluir